Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Douro: Um mês depois da queda de granizo, ainda se contabilizam prejuízos em Celeirós

Lusa Visão Verde

  • 333

Sabrosa, 25 ago (Lusa) -- Um mês depois da queda de granizo que afetou Celeirós do Douro, Sabrosa, o presidente da junta ainda contabiliza os prejuízos, pois à "quebra brutal" na produção de vinho juntam-se despedimentos e menos contratações para a vindima.

Menos de meia hora bastou para destruir quase "90 por cento" da área de vinha da Freguesia de Celeirós, uma das mais afetadas pelo mau tempo que assolou Sabrosa, Alijó e São João da Pesqueira a 25 de julho.

Vítor Cardoso, o presidente da junta, fez hoje à agência Lusa um "balanço negro" das "gigantescas pedras de gelo" que quebraram as videiras, destruíram oliveiras, as hortas e até partiram vidros de casas e carros.