Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dívida e quebra na produção leva Adega de Portalegre a extinguir postos de trabalho

Lusa Visão Verde

  • 333

Portalegre, 03 jan (Lusa) -- A Adega Cooperativa de Portalegre (ACP) está a sofrer uma reestruturação provocada pela dívida adquirida, tendo a redução da produção já conduzido à extinção de postos de trabalho, disse hoje à agência Lusa a diretora da empresa.

Fernanda Dias explicou que a reestruturação na ACP teve origem no "sobredimensionamento" da dívida que foi constituída na compra de uma outra adega, "há cerca de sete anos", e que a reorganização da empresa foi, por isso, "inevitável".

Em causa, está a compra da Adega da Cabaça, situada na periferia da cidade de Portalegre, equipamento que foi adquirido pela ACP por "cerca de dois milhões de euros".