Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cortes de 25% na PAC serão dramáticos para a agricultura e para o país - CAP

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 01 fev (Lusa) - O presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) disse hoje que será "dramático" para o setor, e para "o país", caso avance o corte de 25% no orçamento comunitário da Política Agrícola Comum (PAC).

"Teria implicações imediatas. Haveria uma quebra muito substancial no investimento futuro, deixaríamos de criar emprego, como temos feito, e não conseguiríamos aumentar as exportações. Seria mau e um duro revés para os agricultores, mas pior para o país. É dramático, pois falamos de um corte de mais de mil milhões de euros", explicou João Machado, à agência Lusa.

O futuro orçamento comunitário, que será votado a 7 e 8 de fevereiro durante o conselho de ministros europeus e que decidirá o novo quadro comunitário de apoio para os próximos sete anos, foi o assunto hoje discutido na reunião do Conselho Consultivo do Ribatejo da CAP, que decorreu em Coruche, distrito de Santarém.