Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Companhias aéreas do Japão recusam enviar planos de voo à China

Lusa Visão Verde

  • 333

Tóquio, Japão, 27 nov (Lusa) - As principais companhias aéreas do Japão anunciaram a decisão de não apresentar os seus planos de voo à China no momento de cruzarem a zona de identificação de defesa aérea definida unilateralmente por Pequim.

A zona, no Mar da China Oriental, é criticada pelos Governos do Japão, Estados Unidos e Coreia do Sul e inclui as ilhas Senkaku/Diaoyu, formalmente administradas pelo Japão, mas que a China reclama como parte do seu território.

Na terça-feira, o ministro porta-voz do Governo nipónico, Yoshihide Suga, tinha instado as companhias nacionais a não informar antecipadamente as autoridades chinesas quando cruzassem a zona, muito embora várias empresas tenham, numa primeira fase, e alegando questões de segurança, submetido os planos de voo a Pequim.