Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CGTP vai exigir que aumento do salário mínimo volte à concertação social

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 06 mar (Lusa) -- O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse hoje que vai exigir do Governo que volte a discutir em Concertação Social o aumento do salário mínimo nacional (SMN), que deveria ter chegado aos 500 euros em 2011.

"Vamos exigir que a problemática do salário mínimo esteja presente na reunião de concertação social, num quadro em que o Governo continua a não cumprir o acordo celebrado entre os parceiros sociais e o anterior Governo", disse o líder da central sindical à margem de um seminário organizado pela CGTP sobre desenvolvimento sustentável e trabalho digno.

Arménio Carlos recordou que o SMN devia já ter um valor de 500 euros desde 2011: "Estamos em março de 2013 e o salário mínimo continua nos 485 euros, o que, retirando as contribuições obrigatórias para a segurança social, significa qualquer coisa perto de 432 euros", disse.