Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Casa Pia: Governo pede a PGR que apure se houve "ilícito criminal" no tratamento dentário de crianças

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 05 jun (lusa) - O secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social solicitou ao Procurador-Geral da República que apure se existiu "algum ilícito criminal" na execução de um protocolo que levou ao tratamento dentário de 507 crianças da Casa Pia de Lisboa.

Numa participação enviada ao Procurador-Geral da República (PGR), a que a agência Lusa teve hoje acesso, Marco António Costa requereu a Pinto Monteiro que empreenda "todas as diligências necessárias ao apuramento de eventuais ilícitos criminais subjacentes à execução do Estudo dos Efeitos da Amálgama Dentário na Saúde das Crianças", desenvolvido ao abrigo de um protocolo celebrado em 1997.

Para o efeito, Marco António Costa, em quem o ministro da Solidariedade e Segurança Social delegou competências relativas à Casa Pia, dispõe-se "desde já a fornecer quaisquer elementos tidos como relevantes para a investigação" que agora solicita.