Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Grândola realoja antigos mineiros do Lousal a partir de 2013

Lusa Visão Verde

  • 333

Grândola, 16 dez (Lusa) -- Mais de 20 famílias da aldeia mineira do Lousal, no concelho de Grândola, começam a ser realojadas a partir do início de 2013, resolvendo um processo que o município tem em mãos há 15 anos.

Os antigos mineiros e as viúvas de antigos trabalhadores que residem em bairros pertencentes à Sapec, empresa ligada à exploração da mina do Lousal, serão realojados em casas municipais, explicou hoje à agência Lusa a vice-presidente da Câmara Municipal de Grândola, Graça Guerreiro Nunes.

As 24 famílias moram, atualmente, nos bairros implantados numa zona denominada ZT2 (Especializados, São João, São Marcos, Serrinho e rua 25 de Abril), para a qual a Sapec tem em perspetiva "projetos turísticos", informou a autarca, que representa o município na Fundação Frédéric Velge, criada para gerir o património da mina do Lousal, desativada em 1988.