Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Ferreira do Alentejo processa Estado por abandono de obras da A26

Lusa Visão Verde

  • 333

Ferreira do Alentejo, 12 abr (Lusa) - A Câmara de Ferreira do Alentejo vai interpor duas ações em tribunal para obrigar o Estado a tomar medidas de proteção contra riscos causados pelo abandono de obras da A26 e repor a situação ambiental e demolir infraestruturas.

A primeira ação, uma providência cautelar, será interposta na segunda-feira no Tribunal Administrativo e Fiscal de Beja, disse hoje à agência Lusa o presidente da Câmara de Ferreira do Alentejo, Aníbal Costa (PS).

Segundo o autarca, a providência cautelar visa "obrigar" o Estado, através da Estradas de Portugal, a tomar, com urgência, "medidas de proteção das populações contra riscos e condições de insegurança ambiental e rodoviária" identificados pela autarquia no concelho e que resultam da "paragem e posterior abandono" de obras da A26.