Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

BCP avança com 150 reformas antecipadas a somar às 600 rescisões amigáveis

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 11 jan (Lusa) -- O BCP vai avançar com reformas antecipadas de cerca de 150 trabalhadores, para além das rescisões amigáveis que levou a cabo com 600 funcionários, disse à Lusa fonte sindical.

A informação foi dada à agência Lusa por fonte oficial do Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas, o mais representativo do setor.

Estes trabalhadores juntam-se aos 600 funcionários com que o banco acordou a rescisão dos contratos por mútuo acordo, elevando assim para quase 800 a saída de trabalhadores do banco liderado por Nuno Amado, que em setembro tinha 9.866 funcionários.