Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autoridades nunca dificultaram acesso a documentos sobre impacte ambiental - Ministério

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 21 jun (Lusa) - O Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e do Ordenamento do Território assegurou hoje que as autoridades de Avaliação de Impacte Ambiental (AIA) "nunca dificultaram ou negaram" o acesso a documentos de divulgação obrigatória dos projetos em consulta pública.

A Quercus acusou hoje algumas entidades, nomeadamente a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Norte e do Algarve, de dificultarem a participação pública em projetos sujeitos a avaliação de impacte ambiental, exigindo-lhes que "reformulem de imediato" os seus sítios eletrónicos e disponibilizem "toda a informação técnica".

Numa resposta enviada à agência Lusa, o Ministério afirma que a Agência Portuguesa do Ambiente, na qualidade de Autoridade Nacional de AIA, e as CCDR "sempre estiveram empenhadas na divulgação da informação e na participação, o mais alargada possível, da população".