Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austeridade: Confederação das Micro, Pequenas e Médias Empresas repudia alterações da TSU

Lusa Visão Verde

  • 333

Seixal, 20 set (Lusa) - A Confederação Portuguesa das Micro, Pequenas e Médias Empresas repudiou hoje a alteração à Taxa Social Única (TSU) e exige a sua manutenção, considerando que as mudanças vão originar uma quebra do consumo.

"O aumento da TSU sobre os salários e a redução do contributo das empresas para a Segurança Social, significam menos salário real, com inevitável quebra do poder de compra e do consumo e a consequente perda de sustentabilidade das micro e pequenas empresas", refere em comunicado.

A CPPME explica, em documento enviado hoje à Lusa, que apresentou ao primeiro-ministro Pedro Passos Coelho "medidas alternativas, despidas de previsíveis e nefastas consequências", em áreas como a fiscalidade, o crédito, o investimento produtivo, a justiça e o apoio social.