Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Apanha de bivalves proibida em certas regiões devido à presença de toxinas

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 11 jul (Lusa) -- A apanha de bivalves está proibida temporariamente em determinadas regiões do país devido à presença de toxinas, anunciou hoje a Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Devido à "presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" está totalmente proibida a apanha de bivalves nas faixas litorais entre Lisboa e Peniche, Vila Real de Santo António e Tavira, e na lagoa de Albufeira, no concelho de Sesimbra, informa o comunicado do IPMA.

A captura de todas as espécies de bivalves na zona litoral entre Sines e Setúbal, está também proibida com exceção para a ameijola.