Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Agências de Viagens consideram greve de seis dias na SATA "ilegítima" e "egoísta"

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 09 abr (Lusa) -- A Associação de Agências de Viagens (APAVT) considerou hoje "ilegítima" e "egoísta" a greve de seis dias em abril e maio na SATA por coincidir com os "dois dos poucos eventos que os Açores têm para atenuar a sua sazonalidade".

"Os Açores acabaram de ser sequestrados pelos sindicatos e todos nós temos que pedir o fim deste sequestro", disse à Lusa o presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, realçando que "a ação é perfeitamente ilegítima por mais legítimos que sejam os interesses defendidos pelos sindicatos que anunciam esta greve".

O porta-voz das agências de viagem realçou que os efeitos da greve dos trabalhadores da SATA serão "mais desagradáveis" do que a paralisação convocada na TAP para março, que entretanto foi desconvocada, devido à "grave insularidade e sazonalidade" do arquipélago.