Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

2013: Tarifas de luz e gás suportadas pelo Estado começam a desaparecer

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 19 dez (Lusa) - As famílias portuguesas, a partir de janeiro, se assim o pretenderem, deixarão de ter faturas da luz e do gás com tarifas impostas pelo Estado e poderão escolher os preços das várias empresas que estão no mercado livre.

Esta viragem, por imposição do memorando assinado por Portugal com a 'troika' (Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu), irá fazer com que mais de 4,7 milhões de consumidores de eletricidade e 1,1 milhões de gás sejam 'obrigados' a transitarem para o mercado até 31 de dezembro de 2015.

A transição dos atuais consumidores de preços regulados pelo Estado para o mercado livre - que não é obrigatória durante os próximos três anos -, deve, no entanto, ser ponderada tendo em conta as alterações sucessivas que a Entidade Reguladora de Serviços Energéticos (ERSE) irá fazer de três em três meses nos preços da luz e do gás, a chamada tarifa transitória.