Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Venezuela: Refinaria retomou "de forma segura" processamento de combustível, após explosão

Lusa economia

  • 333

Caracas, 01 set (Lusa) - A refinaria de Amuay retomou sexta-feira, "de forma segura", as atividades de processamento de combustível, uma semana depois de uma explosão ter provocado a morte de 42 pessoas e um incêndio que se prolongou por quatro dias.

A retoma das atividades foi anunciada pela empresa petrolífera estatal, Petróleos da Venezuela SA (Pdvsa), através dum comunicado em que sublinha que o Complexo Refinador de Paraguaná (CRP) "recupera a normalidade".

"Após cumprir com os protocolos de segurança de arranque, Jesus Luongo, diretor de refinação de Pdvsa e gerente do CRP, informou sobre o reinício das atividades de processamento das fábricas na refinaria de Amuay, com um total de 160 mil barris, uma semana depois do acidente que obrigou a realizar uma paragem preventiva de algumas fábricas", explica o comunicado.