Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Venezuela contesta alegada expropriação ilegal de investimentos petrolíferos

Lusa economia

  • 333

Caracas, 05 set (Lusa) - O Governo venezuelano anunciou hoje que não aceitará a decisão de um painel de arbitragem do Banco Mundial que considerou como ilegal a expropriação de investimentos petrolíferos da ConocoPhillips.

"Não vamos aceitar de maneira nenhuma que passem por cima de algo que já foi assinado e em que se estabeleceu um mecanismo de compensação", disse o ministro de Petróleo e Minas venezuelano e também presidente da empresa estatal Petróleos da Venezuela (Pdvsa), Rafael Ramirez.

Ao salientar que a Venezuela vai aguardar para "ver se o tribunal respeita o que foi assinado entre a Pdvsa e ConocoPhillips que prevê que, se houvesse qualquer indemnização, deveria ser de um máximo de 27 dólares por barril", Rafael Ramirez sublinhou que "a Venezuela é um país soberano que tem as suas leis".