Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Venezuela: Caracas fora do Centro Internacional de Arbitragem de Disputas

Lusa economia

  • 333

Caracas, 26 jul (Lusa) -- A Venezuela está desde quarta-feira oficialmente afastada do Centro Internacional de Arbitragem de Disputas (Ciadi) na sequência da decisão do Governo formalizar a 25 de janeiro a sua saída perante o Banco Mundial.

A saída passou a ser oficial depois de cumprido o prazo de seis meses estipulado na convenção do Centro Internacional de Arbitragem entre Estados e nacionais de outros Estados, assinado em 1993 pelo então presidente venezuelano, Ramón J. Velásquez.

Segundo os analistas, a saída não implica o incumprimento das várias sentenças contra a Venezuela, com um valor global de 5.000 milhões de dólares, na sequência de ações interpostas por empresas, a última das quais a 18 de junho pela Saint-Gobain Perfomance Plastics European, cuja filial, Norpro, foi nacionalizada em 2010.