Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UGT não vai aderir à greve geral, mas não descarta uma paralisação no futuro

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 04 out (Lusa) - A UGT confirmou hoje que não vai aderir à paralisação convocada pela CGTP, mas ressalvou que não exclui, no futuro, outra greve geral.

"Poderá haver outra greve geral. Esperemos algum tempo", afirmou o secretário-geral da UGT, João Proença, numa conferência de imprensa sobre as novas medidas de austeridade.

Sobre a participação da UGT na paralisação de 14 de novembro, João Proença disse que rejeita "ações divisionistas e sectárias como as que levaram a CGTP a, sem qualquer diálogo, convocar uma greve geral".