Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UE/Crise: Ministro alemão pede calma na guerra de palavras

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 31 jul (Lusa) - O ministro dos Negócios Estrangeiros alemão Guido Westerwelle alertou hoje para as divergências de retórica entre os parceiros europeus, referindo que todos os países devem trabalhar em conjunto.

Segundo uma declaração escrita sobre a crescente "guerra de palavras" entre os responsáveis europeus, citada pela agência France Presse (AFP), Westerwelle diz que a "retórica combativa" servirá apenas para aumentar a distância entre as 17 nações da zona euro.

"Ninguém pode ter interesse em todas as frentes", refere.