Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UE/Cimeira: Itália e Espanha lutam por ajuda rápida em reunião do euro "antecipada"

Lusa economia

  • 333

Bruxelas, 29 jun (Lusa) -- Os chefes de Governo italiano e espanhol estão a tentar, esta madrugada, garantir junto dos seus parceiros da zona euro medidas de ajuda rápidas que estabilizem os mercados financeiros.

Roma e Madrid já haviam advertido que queriam sair da cimeira de líderes europeus, que decorre entre quinta e sexta-feira em Bruxelas, com decisões concretas e claras que aliviem a forte pressão dos mercados e, no primeiro dia do Conselho Europeu, recorreram a um "bloqueio" ao "pacto para o crescimento" como forma de forçar essas decisões.

Segundo fontes diplomáticas, vários líderes ficaram surpreendidos com a posição de Itália e Espanha, pois a mobilização de 120 mil milhões de euros em medidas para estimularem o crescimento económico parecia um dado adquirido, mas o próprio presidente francês, François Hollande, o grande impulsionador deste "pacto para o crescimento" (uma das bandeiras na sua campanha eleitoral) disse entender as posições de Mario Monti e Mariano Rajoy, rejeitando que se trate de uma "chantagem".