Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UE: Agricultores 'reféns' do acordo sobre o próximo orçamento europeu

Lusa economia

  • 333

Horsens, Dinamarca, 05 jun (Lusa) -- Os ministros da Agricultura europeus reconheceram hoje a existência de obstáculos à adoção da nova Política Agrícola Comum (PAC), prevista para 2014, devido à lentidão das negociações relativas ao orçamento plurianual para 2014-2020.

O tema foi hoje discutido à margem de um conselho informal realizado na cidade dinamarquesa de Horsens, no qual os ministros reconheceram que é impossível avançar com a reforma da PAC, nomeadamente a nível de repartição das ajudas, sem antes conhecer o envelope financeiro global.

"É praticamente certo que não vamos conseguir avançar com a reforma no dia 01 de janeiro de 2014", considerou o ministro da Agricultura britânico Jim Paice, à margem da reunião com os seus homólogos.