Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

'Troika' está demasiado concentrada na austeridade - Conselheiro de George Bush

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 26 set (Lusa) -- Os atuais programas da 'troika' estão demasiado concentrados na austeridade e faltam melhores incentivos para que os países realizem reformas estruturais, afirmou em entrevista à Lusa um antigo conselheiro do ex-presidente dos Estados Unidos em 1990, George Bush.

Robert Kahn, em Portugal a convite da Embaixada dos Estados Unidos da América (EUA) e da Universidade Católica para um debate que decorrerá hoje com o ex-ministro das Finanças Vítor Gaspar sobre reestruturação de dívida, integra atualmente a equipa de especialistas do 'think-tank' Council of Foreign Relations, e já trabalhou para o Banco Mundial, Fundo Monetário Internacional, Reserva Federal e para o Departamento do Tesouro dos EUA.

Em conversa com a Agência Lusa, o especialista defende que o tipo de programas concebidos pelo FMI pode resultar, e que existem muitos casos de países que tiveram sucesso no seu ajustamento, mas considera que os atuais programas têm uma componente demasiado virada para a austeridade.