Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tribunal de Contas reforçou cooperação relativa a instrumentos cautelares - Oliveira Martins

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 22 out (Lusa) - O presidente do Tribunal de Contas, Guilherme d'Oliveira Martins, afirmou hoje que reforçou os mecanismos de cooperação com o Banco de Portugal e com o Ministério das Finanças relativos aos instrumentos cautelares de que dispõe a instituição que lidera.

À margem de uma conferência da Antena1 e do Diário Económico, em Lisboa, o presidente do Tribunal de Contas afirmou que esse "é um trabalho que o Tribunal está a realizar".

"Reforçámos os mecanismos de cooperação com o Banco de Portugal e com outras instituições, como o Ministério das Finanças de modo a assegurar que haja condições de confiança por parte dos mercados relativamente às obrigações assumidas por Portugal nos tratados europeus, designadamente no Tratado da União Europeia e no Tratado Orçamental", afirmou Oliveira Martins, referindo-se aos instrumentos de prevenção e de fiscalização de que dispõe o Tribunal de Contas.