Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Timor-Leste é o mais competitivo da CPLP para as empresas, Brasil é o pior - relatório

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 25 nov (Lusa) - Timor-Leste é o mais bem classificado na Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) no que à competitividade fiscal diz respeito, ocupando o 81º lugar, conclui o relatório 'Paying Taxes 2014', tendo o Brasil o pior resultado.

De acordo com o relatório da PwC que analisa a competitividade fiscal em 189 economias, e a que a Lusa teve acesso, Timor-Leste ocupa o 81º lugar no conjunto dos três indicadores selecionados pela equipa de consultores: taxa total de tributação, número de horas despendida com as obrigações fiscais e os números de pagamentos necessários.

Cabo Verde, no 80º lugar, e Portugal, no 81º, compõem a lista dos três países da CPLP mais propícios às empresas nestas matérias, seguidos de Moçambique (129º), Guiné Bissau (153º), Angola (155º), São Tomé e Príncipe (156º) e, em último lugar, o Brasil (159º).