Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sindicatos: Mais de três centenas de trabalhadores de cantinas em protesto por melhores salários

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 28 jun (Lusa) -- Cerca de três centenas de trabalhadores de cantinas de todo o país responderam esta manhã ao apelo da FESAHT, e concentraram-se em frente à sede da AHRESP em Lisboa em protesto por melhorias salariais e condições de trabalho.

A FESAHT -- Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal entregou na Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) uma moção em que exige das empresas do setor e respetiva associação patronal a "negociação imediata dos aumentos salariais justos para 2011 e 2012" e o "recomeço imediato das negociações da revisão do Contrato Coletivo de Trabalho, sem perda de direitos".

"São trabalhadores de cantinas e refeitórios de fábricas, hospitais, escolas de todo o país que estão hoje mais uma vez concentrados em frente à AHRESP, para protestar contra o boicote que está a ser feito à negociação do contrato coletivo de trabalho e pela melhoria dos salários", declarou à Lusa, Joaquim Pires, coordenador da federação afeta à CGTP.