Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sindicato dos impostos reclama mais meios para cobrar 14 mil milhões de dívidas

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 19 abr (Lusa) -- O Fisco tem 14 mil milhões de euros de dívidas para cobrar aos contribuintes, que davam para pagar o défice orçamental deste ano e mais 3/4 do de 2014, mas faltam-lhe funcionários para a cobrança, reclama o sindicato.

O IVA, IRC e IRS, e também o IMI, mas em menor valor, são os impostos que mais contribuem para a dívida de cobrança coerciva acumulada até dezembro do ano passado e cujos processos já foram instaurados pela Autoridade Tributária (AT).

"A importância que se está a exigir de sacrifício aos portugueses, de cortes na despesa, poderia por esta via [cobrança coerciva de impostos em divida] ser ressarcida sem necessidade de sacrifícios", disse à Lusa o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI), Paulo Ralha.