Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Segurança Social espera arrecadar 590 milhões este ano em cobranças coercivas

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 26 (out) - O Governo estima arrecadar 590 milhões de euros até ao final do ano através de cobranças coercivas, recuperando assim verbas em dívida à Segurança Social, afirmou hoje o secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social.

"Esperamos chegar ao fim do ano com uma receita arrecadada de 590 milhões de euros", afirmou Marco António Costa, que está a ser ouvido esta tarde na Comissão da Segurança Social e Trabalho, conjunta com a Comissão do Orçamento e Finanças.

Marco António Costa referiu que, através do recurso a "cobranças coercivas, tem havido um esforço permanente no sentido de recuperar as verbas em falta, ano após ano".