Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Salário digno é instrumento essencial no combate à pobreza -- conferência

Lusa economia

  • 333

Coimbra, 23 fev (Lusa) - A instituição de um salário mínimo, não inferior a 60% do salário médio de cada país europeu, é uma das recomendações da conferência internacional "Trabalho Digno na União Europeia" que hoje terminou em Coimbra.

"Estamos convictos que um salário digno é um instrumento essencial de combate à pobreza e de mais justa distribuição da riqueza", lê-se na declaração final da conferência a que a agência Lusa teve acesso.

A reunião, promovida pela Base - Frente Unitária de Trabalhadores e pelo Centro de Formação e Tempos Livres, com o apoio da Comissão Europeia, juntou, nos últimos três dias, especialistas em questões de trabalho de oito países europeus.