Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Remessas de emigrantes subiram 7,1% no primeiro trimestre - Banco de Portugal

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 22 mai (Lusa) - As remessas de emigrantes subiram 7,1% no primeiro trimestre deste ano, para 644,8 milhões de euros, ao passo que as verbas enviado pelos trabalhadores estrangeiros para fora de Portugal desceram 30% para 40,4 milhões de euros.

As estatísticas hoje divulgadas pelo Banco de Portugal no seu Boletim Estatístico relativo a março permitem constatar que os emigrantes em França e no Reino Unido continuam a ser os maiores emissores de verbas para Portugal, com 198 e 146 milhões, respetivamente, representando mais de metade do total de verbas recebidas em Portugal no primeiro trimestre.

No que diz respeito às remessas de portugueses a trabalhar nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), houve uma redução de cerca de 3%, para 67,6 milhões (com Angola a valer a quase totalidade deste valor), enquanto que os imigrantes dos PALOP a trabalhar em Portugal enviaram para os seus países 10,2 milhões, o que representa uma redução de 2,2% face à média de transferências do ano passado.