Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Recuo do PIB superior às estimativas do Governo era previsível - Medina Carreira

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 14 fev (Lusa) - O economista Medina Carreira considerou hoje que o recuo de 3,2% da economia em 2012, superior às estimativas do Governo, já era previsível e defendeu que os indicadores económicos só deverão piorar já que o Estado está falido.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou hoje que a produção de riqueza em Portugal diminuiu 3,2% em 2012, um valor mais negativo que o previsto pelo Governo e pela 'troika' na sexta revisão do programa, que apontavam para uma queda de 3% para a totalidade do ano.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE) na primeira estimativa para o PIB do quarto trimestre de 2012, o produto terá caído 1,8% face ao terceiro trimestre de 2012, a maior queda em cadeia do ano.