Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Queda nas vendas de carros provoca encerramento de 2.500 empresas

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 03 jan (Lusa) -- O secretário-geral da Associação Automóvel de Portugal (ACAP) afirmou hoje à Lusa que encerraram 2.500 empresas do setor em 2012, correspondendo a despedimentos na ordem das 21 mil pessoas, confirmando assim as estimativas avançadas há um ano.

Hélder Pedro disse que a ACAP "tem indicações que vêm confirmar o encerramento de 2.500 empresas durante o ano passado entre oficinas de reparação, concessionários e produção de automóveis", numa altura em que a associação anunciou que as vendas de carros caíram para valores de 1985 ao fecharem 2012 com 95.290 automóveis ligeiros de passageiros colocados no mercado.

"Para além do setor da reparação automóvel, um dos mais afetados, houve concessionários e marcas a realizarem despedimentos coletivos", acrescentou o secretário-geral da ACAP, sublinhando a queda de 40,9% nas vendas de carros em 2012 devido a uma diminuição do rendimento das famílias em Portugal.