Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Projeções do DEO "não estão documentadas" - Teodora Cardoso

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 05 jun (Lusa) -- A presidente do Conselho de Finanças Públicas (CFP), Teodora Cardoso, afirmou hoje que as projeções do Documento de Estratégia Orçamental (DEO) "não estão documentadas", alertando que "o problema de projeções otimistas" é a quebra do consenso político.

Teodora Cardoso, que está hoje a apresentar o parecer do CFP sobre o DEO, apresentado pelo Governo em abril e que define as perspetivas económicas até 2016, considerou que "não é possível perceber qual é a lógica" das projeções do executivo, nem quais "os possíveis resultados" das medidas apresentadas.

"Há um capítulo de análise e quantificação de riscos, que é uma melhoria relativamente a situações anteriores, mas depois esses riscos continuam a não estar articulados com as projeções. Não sabemos sequer se esses riscos foram tidos em conta nas projeções", disse.