Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Principal problema de competitividade em Portugal não é salarial - Augusto Mateus

Lusa economia

  • 333

Porto, 20 jun (Lusa) -- O antigo ministro da Economia Augusto Mateus afirmou hoje que o principal problema de competitividade da economia portuguesa não se encontra nos salários, mas sim na criação de valor e na posição do país em termos globais.

O também professor universitário, que falava na Católica Porto Business School durante a apresentação da nota temática "O campeonato da competitividade: O caso de Portugal", referiu que o nível salarial português, nas empresas na indústria dos serviços com mais de 10 trabalhadores é 55% do nível médio da União Europeia, enquanto em Espanha e Grécia é de 85 e 83%.

"Seguramente que o nosso problema principal em matéria de competitividade não será a dimensão dos salários. O nosso problema principal situa-se muito mais no processo de criação de valor e nas posições que ocupamos nas cadeias de valor globalizadas", afirmou Augusto Mateus.