Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do BPI reforça críticas contra custos com consultores exigidos pelas Finanças

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 24 out (Lusa) - O presidente do Banco BPI, Fernando Ulrich, voltou hoje a criticar os custos que suporta com os consultores do Ministério das Finanças para o plano de recapitalização, considerando que os mesmos não trazem mais-valias, pelo contrário, para o banco.

Segundo o banqueiro, entre janeiro e setembro, só com os consultores do Ministério das Finanças foram gastos 2,3 milhões de euros, ao passo que os consultores do Banco de Portugal custaram 300 mil euros ao BPI.

Adicionalmente, no quarto trimestre de 2011, foram registados 2,7 milhões de euros de custos com consultores do Banco de Portugal nas inspeções da carteira do crédito.