Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PIB: Recessão da economia portuguesa chega aos nove trimestres consecutivos

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 14 fev (Lusa) -- O abrandamento na queda da procura interna, em especial do investimento, não compensou a queda nas exportações, o que resultou numa recessão superior à esperada pelo Governo em 2012, atingindo os nove trimestres consecutivos de contração.

Desde o início do Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF) que Portugal acordou com o Fundo Monetário Internacional e a União Europeia, e da tomada de posse desde Governo que aconteceu no verão de 2011, que foi assumida uma previsão de nove trimestres consecutivos de contração da atividade económica.

Todas as previsões, incluindo as do Governo, "apontam nove trimestres consecutivos de contração da atividade económica", dizia Vítor Gaspar em julho de 2011, pouco depois de tomar posse como ministro das Finanças, e que estava prevista uma queda acumulada de 4% do PIB em 2011 e 2012.