Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PCP acusa Junta Metropolitana de dar "tiros de pólvora seca" no caso do Aeroporto do Porto

Lusa economia

  • 333

Redação, 23 nov (Lusa) -- O PCP acusou hoje a Junta Metropolitana do Porto (JMP) de dar "tiros de pólvora seca" relativamente ao Aeroporto do Porto, defendendo o abandono da privatização da ANA como a única forma de salvaguardar o interesse público.

"Depois de ter dado tiros de pólvora seca, a JMP convergiu com o Governo no escandaloso e desastroso processo de privatização da ANA, cujo resultado será sempre profundamente negativo para a região e para o país", alerta o PCP do Porto, em comunicado enviado à Lusa.

Para a Direção da Organização Regional do Porto (DORP) do PCP, é "evidente que o PS, o PSD, o CDS e a JMP nunca pretenderam a manutenção da gestão pública e integrada da rede de aeroportos nacionais".