Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Páteo faz chegar por ano a Timor-Leste 80 contentores de produtos portugueses

Lusa economia

  • 333

Díli, 29 jun (Lusa) - Da sardinha até ao chutney, tudo é possível comprar no supermercado Páteo, em Díli, adquirido pela Central há quase três anos, e que faz chegar por ano a Timor-Leste cerca de 80 contentores com produtos portugueses.

"De 2011 para 2012 fechamos com um crescimento de 20 por cento em termos de venda, andamos à volta dos quatro milhões de dólares" no volume de negócios, afirmou à agência Lusa Jaime Xavier, administrador da Central, empresa que tem a insígnia Páteo em Timor-Leste.

A Central é uma empresa portuguesa especializada na importação/exportação no negócio da indústria alimentar e não alimentar para o lar. Em Timor-Leste, atua nos canais grossista, retalhista e na representação e agenciamento de marcas.