Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pastores transmontanos acusam Governo de "estar a matar" o setor

Lusa economia

  • 333

Vila Real, 03 mai (Lusa) -- A Associação dos Pastores Transmontanos (APT), sediada em Vila Real, acusou hoje o Governo de estar "a matar" a profissão com a implementação das novas obrigações fiscais para o setor agrícola.

Todos os agricultores com atividade comercial vão passar a ser obrigados a declarar o início de atividade e estão sujeitos a IVA se obtiverem um rendimento anual bruto superior a 10 mil euros. Têm ainda de passar fatura de todas as transações comerciais.

Armando Carvalho, dirigente da associação, disse hoje à agência Lusa que a nova lei fiscal vem agravar uma situação "já dramática" e que poderá levar a que muitos pastores desistam da atividade.