Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Padre Lino Maia pede que se passe a falar de desenvolvimento em vez de austeridade

Lusa economia

  • 333

Coimbra, 12 mar (Lusa) -- O padre Lino Maia, presidente da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS), apelou hoje, em Coimbra, para que se deixe de "falar tanto de austeridade" e se comece a falar de desenvolvimento.

"É importante que, de uma vez por todas, nós deixemos de falar tanto de austeridade e comecemos a falar de desenvolvimento, comecemos a falar de envolvimentos e comecemos a falar de sobriedade", apelou aquele responsável, em declarações aos jornalistas, hoje, em Coimbra, à margem da assinatura de um protocolo de cooperação entre municípios, instituições de solidariedade, misericórdias e mutualidades.

"Há possibilidade de compatibilizar" desenvolvimento, envolvimento e sobriedade, sustenta o padre Lino Maia, advertindo que se vão "multiplicando os sinais de amarguram, de angústia, de não capacidade de enfrentar o futuro".