Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ovar: Câmara "vencida mas não convencida" quanto à extinção da "capaz e competente" Fundação do Carnaval

Lusa economia

  • 333

Ovar, 17 ago (Lusa) - A Câmara de Ovar aprovou hoje o documento que, reconhecendo a autarquia como "vencida mas não convencida", remete para a Assembleia Municipal a decisão definitiva quanto à imposição legal de extinguir a "capaz e competente" Fundação do Carnaval.

A adjetivação é do presidente da autarquia, Manuel Alves de Oliveira, que reconhece que "a Câmara se limitou a dar cumprimento àquilo que foi uma decisão superior do Governo democraticamente imposta", mas que realça também que todo o Executivo local (PS e PSD) "manifestou a sua discordância quando aos critérios utilizados para justificar a medida".

No documento que seguirá agora para os deputados municipais, a Câmara reitera assim que "a Fundação do Carnaval de Ovar salvaguardava a própria organização do evento" unanimemente apontado como emblemático do município e defende que "outros modelos de gestão não se revelarão melhores do que aquele que há agora que extinguir, nem em termos de eficiência, nem em termos de eficácia".