Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2014: "Sobriedade é muito mais importante do que a austeridade" - Guilherme d'Oliveira Martins

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 11 out (Lusa) -- O presidente do Tribunal de Contas sublinhou hoje a importância da "justiça e da cidadania" nas medidas que vierem a ser introduzidas no Orçamento do Estado para 2014, considerando que "sobriedade é muito mais importante do que a austeridade".

Guilherme d'Oliveira Martins rejeitou pronunciar-se sobre a intenção do Governo introduzir um novo corte de 10% nos salários dos funcionários públicos, sublinhando que "como presidente de um tribunal de contas" não pode pronunciar-se "sobre intenções ou medidas futuras", mas, ainda assim, fez questão de salientar que "há um horizonte que não podemos esquecer: é o horizonte da justiça e da cidadania".

"Não podemos deixar de ter presente, sempre, em quaisquer medidas, os cidadãos e a justiça distributiva relativamente aos mesmos", reforçou, à margem de uma intervenção no XIV Congresso Internacional de Contabilidade e Auditoria, organizado pela Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC), em parceria com o Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa (ISCAL).