Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Vítor Gaspar diz que não há contactos concretos sobre programa cautelar

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 25 jun (Lusa) -- O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, afirmou hoje que não existiram contactos ou negociações concretas sobre a eventualidade de Portugal pedir um programa cautelar às instituições europeias.

Questionado várias vezes pelo líder parlamentar do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, sobre eventuais contactos, formais ou informais, sobre a possibilidade de Portugal pedir um programa cautelar no final do atual programa (junho de 2014) para ser elegível para o programa de compra de dívida pública do Banco Central Europeu, Vítor Gaspar negou.

"Portugal tem beneficiado da solidariedade dos seus parceiros europeus. Para nós garantirmos acesso aos mercados de valores do tesouro de forma durável, sustentável, estável e a taxas de juro precisamos de continuar a contar com esse seguro e solidariedade europeia. Neste momento a discussão sobre as modalidades concretas desse mecanismo a cerca de um ano do fim do programa é prematuro, e não houve nessa matéria até agora quaisquer contactos ou negociações concretas", disse o governante durante uma audição na comissão de orçamento, finanças e administração pública.