Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Projeções do Retificativo têm vários riscos e orçamento pouca margem - UTAO

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 05 jun (Lusa) -- As projeções económicas em que assenta o Orçamento Retificativo entregue na semana passada na Assembleia da República podem revelar-se otimistas e colocar em causa o cumprimento das metas orçamentais, num orçamento com uma margem muito estreita, considera a UTAO.

No documento enviado hoje aos deputados, a que a Agência Lusa teve acesso, onde fazem uma análise preliminar à proposta de alteração à lei do Orçamento do Estado para 2013, a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) alerta para os vários riscos inerentes às projeções que servem de base às contas do Governo.

Em primeiro lugar, "as exportações poderão estar sujeitas a um abrandamento superior ao esperado, no caso de se verificar uma maior contração na procura externa relevante", dizem os técnicos, lembrando as mais recentes projeções da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) onde é revisto o crescimento económico nas principais economias, incluindo os principais parceiros comerciais de Portugal.