Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Ministro diz que cortes na Saúde ficam abaixo dos 200 ME

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 19 abr (Lusa) -- O ministro da Saúde afirmou hoje que os cortes orçamentais no setor ainda não estão definidos, mas "terão impacto", embora fiquem abaixo dos 200 milhões de euros noticiados.

"Na sequência do Conselho de Ministros, estamos a ver em que áreas iremos cortar e qual a magnitude do ajustamento orçamental, mas neste momento ainda não está concretizado", afirmou hoje Paulo Macedo aos jornalistas, à margem da tomada de posse do conselho de administração do Centro Hospitalar Lisboa Central.

Confrontado com números avançados hoje pelo jornal Diário Económico, que afirma que a "Saúde será responsável por 25% dos cortes da despesa do Estado" [200 milhões de euros de um total de 800 milhões], o ministro disse que "os ajustamentos terão impacto", mas "não serão dessa magnitude".