Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Governo mantém défice nos 5,5% apesar do cenário mais pessimista da OCDE

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 31 mai (Lusa) - O Governo confirmou hoje o cenário macroeconómico já apresentado e acordado com os credores internacionais, estimando um défice de 5,5% e uma contração de 2,3% este ano, abaixo das estimativas da OCDE conhecidas esta semana.

De acordo com o orçamento retificativo hoje apresentado pelo executivo aos deputados, o Produto Interno Bruto (PIB) deverá contrair 2,3% em 2013 (e não 1,0% previstos no OE2013), o défice será de 5,5% (a nova meta revista em alta com os credores internacionais no sétimo exame regular ao programa de assistência de Portugal) e a taxa de desemprego deverá chegar aos 18,2% (contra os 16,4% inicialmente previstos).

O Governo justifica a revisão em queda das perspetivas macroeconómicas com o abrandamento do consumo interno, esperando que "esta tendência se mantenha uma vez que procura interna e oferta interna estão já alinhadas", destacando como pontos positivos "as melhores condições de financiamento do Tesouro" e as iniciativas fiscais já apresentadas.