Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: CSP propõe isenção de IRC para novas empresas

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 09 out (Lusa) - A Confederação dos Serviços de Portugal (CSP) propôs hoje 10 medidas para o Orçamento do Estado de 2013, onde defende a isenção do IRC para novas empresas em função da criação de empregos.

Segundo a confederação liderada por Luís Reis, esta isenção durante os primeiros anos de atividade de novas empresas, associado à criação de postos de trabalho, seria um "incentivo à atração de investimento".

Além disso, iria "estimular a criação de novas empresas", pelo que a CSP propõe uma redução do Imposto sobre o Rendimento de pessoas Coletivas (IRC) ligada ao número de postos de trabalho criados, numa medida que poderia vigorar, "por exemplo, nos primeiros três anos de atividade.