Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Cortes ameaçam escolas de entrarem em rotura -- lider da FENPROF

Lusa economia

  • 333

Mealhada, 30 out. (Lusa) -- O secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (FENPROF) afirmou hoje, na Mealhada, que os anunciados cortes orçamentais na educação ameaçam algumas escolas, de todos os níveis de ensino, de entrarem em "situações de rotura absolutamente inultrapassáveis".

A proposta de Orçamento do Estado para 2013 (OE2013) prevê um "novo corte de 700 milhões de euros, que, em cima dos cortes dos dois últimos anos", fará com que as escolas venham a ter "dificuldades de funcionar", algumas das quais "poderão até vir a bloquear e a entrar em situações de rotura absolutamente inultrapassáveis", sublinha o dirigente sindical.

As escolas têm vindo, "muitas vezes", a recorrer "aos pais, às famílias, para poderem compensar aquilo que lhes é cortado", mas, "neste momento, os pais e as famílias precisam -- convenhamos --, mais do que nunca, do apoio que a escola não pode dar", aponta Mário Nogueira, que falava à agência Lusa, à margem de uma reunião de professores, hoje, na Mealhada.