Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2012: Mais tempo significa mais endividamento e eventualmente mais sacrifícios -- porta-voz do PSD

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 05 jul (Lusa) - O porta-voz da Comissão Política Nacional do PSD rejeitou hoje uma renegociação dos prazos do programa de ajustamento financeiro de Portugal e defendeu que mais tempo significaria mais endividamento e, eventualmente, mais sacrifícios para os portugueses.

A direção nacional do PSD demarcou-se assim da posição assumida pelo deputado e vice-presidente da bancada social-democrata Miguel Frasquilho, que se manifestou a favor da eventualidade de a "troika" [Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional] conceder mais dois anos a Portugal para fazer o seu ajustamento financeiro.

"Quando se fala de mais tempo, estamos a falar de mais endividamento e de, eventualmente, mais sacrifícios", defendeu Jorge Moreira da Silva, em declarações aos jornalistas, na sede nacional do PSD, em Lisboa.