Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Números da DGO indiciam "espiral recessiva" devido a "austeridade excessiva" - PS

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 23 jan (Lusa) - O PS disse hoje que os números da síntese de execução orçamental do fecho de 2012, hoje divulgados pela Direção-Geral do Orçamento (DGO), trazem "indícios de uma espiral recessiva" motivada por uma "austeridade excessiva" aplicada pelo Governo.

"A austeridade excessiva não só não contribuiu para a consolidação das contas públicas, como, pelo contrário, implicou uma quebra (...) na economia, que, por sua vez, levou a uma quebra de receitas e aumento de despesa, nomeadamente no desemprego", advertiu à agência Lusa o assessor do PS para os assuntos económicos e financeiros, Óscar Gaspar.