Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Não seria uma grande surpresa Portugal ter mais um ano para reduzir o défice - Fitch

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 02 mar (Lusa) -- O diretor sénior da agência de notação financeira Fitch Ratings, Douglas Renwick, considera que não seria uma grande surpresa Portugal ter mais um ano para reduzir o défice orçamental para menos de 3% do PIB.

Numa altura em que o ministro das Finanças e outras personalidades ligadas à maioria parlamentar que suporta o Governo dizem publicamente que tal pode acontecer, Douglas Renwick, que teve em Lisboa para uma conferência da agência de 'rating', explicou à Agência Lusa que na análise da Fitch Ratings o importante é que este desça para menos de 3%, seja no próximo ano ou no outro.

"O programa já mudou das suas especificações originais. Já tivemos este ponto em que as metas do défice foram revistas e foi para refletir condições macroeconómicas. Por isso, se acontecer outra vez não será uma grande surpresa", afirmou o analista que fez durante anos a análise da qualidade da dívida portuguesa.